Meu pai


Céu azul

Existem mais coisas entre o céu e a terra do que sonha a nossa vã filosofia.
William Shakespeare

Hoje é aniversário do meu pai, ele é muito bondoso, simpático e católico. Eu fico feliz em admirar a natureza, observar o espaço, olhar as estrelas e tentar entender e estudar tudo isso. Meu pai também gosta de admirar natureza, observar o espaço, olhar as estrelas e ver que tudo foi criado por Deus.

Ele tem fé. “Fé (do grego: pistia e do latim: Fides) é a firme convicção de que algo seja verdade, sem nenhuma prova de que este algo seja verdade, pela absoluta confiança que depositamos neste algo ou alguém.Wikipédia.

Eu sou um ser lógico e gosto de analisar os fatos e acontecimentos sem deixar a imaginação de lado. E analisando mais a fundo a fé, podemos dizer que existem muitas formas de fé, é possível nutrir um sentimento de fé em relação a um pessoa, um objeto, uma ideologia, um pensamento filosófico, um sistema qualquer, um conjunto de regras, uma crença popular, uma base de propostas ou dogmas de uma determinada religião. A fé que me refiro e que meu pai possui é a fé em dogmas da religião católica.

E a fé é algo muito interessante e pode produzir muitas coisas boas. Um exemplo aconteceu outro dia, meus pais estavam conversando comigo e minha mulher sobre religião. Vale a pena lembrar que meus pais são católicos, e não gostam do termo praticantes porque para ser católico tem que ser praticante. Minha mulher, eu classifico como agnóstica, porque ela não tem religião, não saber explicar Deus, mas acredita que de alguma forma ele exista. Já eu não tenho fé, não acreito em nada, me considero ateu.

Minha mulher argumentava a sua descreça na religião e sobre todos os problemas que vivemos, quando meu pai interviu dizendo que ele era mais feliz do ela por ter fé. E realmente, minha mulher ficou sem argumentos e admitiu que era verdade.

Einstein uma vez falou algo semelhante, “Eu prefiro ser um otimista e estar errado do que ser um pessimista e estar certo.” Albert Eistein físico, desenvolveu teoria da relatividade e era judeu, ou seja religioso. Eu não partilho da fé de meu pai ou de Einstein, mas acho muito bonito seus sentimentos e esses sentimentos podem ajudar muita gente.

Deixo aqui esse relato em homenagem ao meu pai e termino dizendo o seguinte, compartilhar seus conhecimentos é essêncial e imaginar é fundamental.

Árvore

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s