Alumínio transparente


Quem é fã de Star Trek, como eu, sabe que foi o engenheiro Scotty que passou a fórmula do alumínio transaparente quando voltou no tempo no filme Star Trek IV (Jornada nas Estrelas IV — A volta para casa), de 1986.

STO

Já no mercado um composto que diz ser alumínio transaparente, o Alontom – famoso por ser mais resistente, mais transparente e mais leve que vidros blindados. No entanto, o composto não é um metal, e sim um oxinitrato policristalino de alumínio, em resumo, é uma cerâmica transparente cristalizada sobre átomos de alumínio, e não um composto 100% feito do metal. Seu desenvolvimento inicial deve ser debitado a duas instituições de pesquisa o Fraunhoffer Institute e a Universidade de Dayton, Ohio. Estima-se que em 20 ou 30 anos poderá também ser utilizado para a produção de latas de cerveja e de refrigerante.

O Scotty poderia estar falando desse material, mesmo porque ele se parece muito com o alumínio transparente que ele precisava para colocar na nave para transportar duas baleias Jubarte para o furuto. Como o composto não existia na época, deu a fórmula para que alguém pudesse sintetizá-la. Realmente, a história desse filme é engraçada e divertida.

Como eu disse antes, esse tal de Alontom não realmente um metal. Então, será que o Scotty estava falando de um alunínio que fosse transparente, um metal realmente transparente? Se ele estava falndo disso, bem, em um estudo publicado esta semana, a equipe do professor Justin Wark, do departamento de física de Oxford, conseguir realizar esse feito.

O estudo chamado “Turning solid aluminium transparent by intense soft X-ray photoionization“, foi publicado na revista Nature Physics. Descreve como conseguiu derrubar um elétron de cada átomo de alumínio da amostra sem quebrar a estrutura do metal. Isso fez com que ele se tornasse praticamente invisível a radiação ultravioleta extrema.

Utilizando o chamado laser FLASH que produz pulsos extremamente curtos de raio X de baixa intensidade, dez bilhões de vezes mais brilhante que qualquer Síncrotron no mundo, localizado em Hamburgo. Bombardeando toda a energia em um único ponto do metal com o diâmetro de menos de um vigésimo da espessura de um fio de cabelo humano, os pesquisadores conseguiram a intensidade suficiente para que o alumínio se tornasse transparente.

O efeito invisível, no entanto, durou apenas 40 femtosegundos. Para se ter uma idéia, um femtosegundo equivale à quadrilionésima parte de um segundo (1fs = 10-15s). Apesar de rápido, o resultado animador porque é um estado da matéria nunca visto antes. E segundo o professor Wake, sua descoberta pode ajudar a compreender as condições físicas dentro de grandes planetas, bem como a tecnologia de fusão nuclear que, no futuro, pode ser usada para a produção de energia na Terra.

O primeiro composto lembra mais o material que o Scotty precisava na sua jornada, mas esse segundo é bem mais interessante, é o metal realmente transparente. E mostra que nossa tecnoligia poderá desenvolver mais materiais mais exóticos e complexos. Porque não podemos esperar que os cientistas tornem realidada outras substâncias já conhecidas pelos trekkies, como dilithium ou duranium ou tritanium.

Fonte: Info Online

Anúncios

2 Respostas para “Alumínio transparente

  1. Vi rescentemente uma reportagem que falava do desenvolvimento do alumínio transparente destinado à blindagem de veículos. Como lembrava da alusão no filme de Jornadas nas Estrelas, estava procurando na internet para saber se a citação havia sido feita no filme em virtude de já haver notícias a esse respeito na época da filmagem, ou se realmente tinha sido uma divertida coincidência a “antecipação” da descoberta, prevista pelo roterista.
    À propósito, o Sr. Scotty, no filme, realmente não passa a fórmula para ser produzida para seu uso, mas como forma de pagamento pelas placas de acrílico que uma industria lhe forneceu, e que usaria na confecção do aquário das baleias e, segundo o engenheiro da tal empresa, anos se passariam antes que eles pudessem obter uma matriz do material. Acho que estariam conseguindo mais ou menos nessa época…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s