Teoria de tudo


Aqui eu escrevo um pouco de tudo, e por falar em tudo, a teoria do tudo explicaria tudo. Será?  Tá bom, não é tudo, tudo, mas é quase. Quase não tudo, mas nesse caso é muita coisa. Não explicaria tudo, mas unificaria tudo, resumiria tudo a uma unica coisa. Nesse caso, resumi-se a uma corda.

Inicialmente, o termo, teoria de tudo, foi usado com uma conotação irônica para referir-se a várias teorias sobregeneralizadas. Depois o termo se popularizou na Física quântica ao descrever uma teoria que poderia unificar ou explicar através de um modelo simples de teorias de todas as forças fundamentais conhecidas (gravitacional, interações eletromagnéticas, fracas e fortes) e matéria (quarks e léptons) em um sistema matemático completo.

A teoria das cordas é um ramo de desenvolvimento da mecânica quântica e relatividade geral com o objectivo de fundir e conciliar as duas áreas de física em uma teoria quântica de gravidade (quantum theory of gravity).  As cordas da teoria das cordas são linhas unidimensionais oscilantes, melhor dizendo, é um modelo físico cujos blocos fundamentais são objetos extensos unidimensionais, semelhantes a uma corda, e não por pontos sem dimensão (partículas) que eram a base da física tradicional.

Desde a sua criação como o modelo de ressonância dupla, quedescreveu como hádrons interagindo como cordas. A teoria das cordas tem sido alterada para incluir qualquer grupo relacionados as teorias de supercordas. Uma propriedade comum de todas essas teorias é o princípio holográfico. A teoria das cordas vem de diferentes formulações, cada uma com uma estrutura matemática diferente, e cada uma descrever melhor as diferentes condições físicas. Mas os princípios compartilhados por estas abordagens. A sua consistência lógica em comum, e o fato de que algumas delas incluem a facilidade do modelo padrão da física de partículas, levou muitos físicos como Leonard Susskind e Edward Witten a acreditar que a teoria é a correta descrição fundamental da natureza. Em particular, a teoria das cordas é o primeiro candidato para a teoria de tudo (TOE), um maneira de descrever as interações fundamentais da natureza.

Trabalhos na teoria das cordas têm levado a avanços na matemática, principalmente em geometria algébrica. A teoria das Cordas tem também levado a novas descobertas na teoria da supersimetria que poderão ser testadas experimentalmente pelo Grande Colisor de Hádrons. Os novos princípios matemáticos utilizados nesta teoria permitem aos físicos afirmar que o nosso universo possui 11 dimensões: 3 espaciais (altura, largura e comprimento), 1 temporal (tempo) e 7 dimensões recurvadas (sendo a estas atribuídas outras propriedades como massa e carga elétrica, por exemplo), o que explicaria as características das forças fundamentais da natureza.

Em resumo, a teoria das cordas é a menor parte da matéria. De acordo com a teoria todas aquelas partículas que considerávamos como elementares, como os quarks e os elétrons, são na realidade filamentos unidimensionais vibrantes, a que os físicos deram o nome de cordas. Ao vibrarem as cordas originam as partículas subatómicas juntamente com as suas propriedades. Para cada partícula subatómica do universo, existe um padrão de vibração particular das cordas.

Para saber que letrinhas são essas leia outro post, Elementar, meu caro Watson. Se você está com preguiça, essas são as partículas elementares.

Anúncios

3 Respostas para “Teoria de tudo

  1. Respeitando as formulas e conceitos matematicos e cientificos, devo por força de objetivo fazer notar a estas mentes brilhantes que hoje discutem e analisam os conceitos destes ultimos tempos, Kaluza,Klein,Heisember,Veneziano,Nambu,Nilsen e o incrivel Leonard Susskind, que os horizontes da existencia do espaço,massa , energia tem objetivo real, pois cada particula conhecida e a conhecer todas obedecem a um ciclo continuo existindo e re existindo continuamente portanto ligadas continuamente a existencia do plano universal, ou concluimos que tudo tem motivação ou a existencia da energia,massa,materia a nossa propria existencia seria sem proposito, portanto a primeira conclusão que este e outros universos paralelos existem por força de um objetivo de criação , dado que o tempo imenso deste nosso universo em relação a nossa existencia faz que os nossos parametros nos faça perder o foco primordial, se analisarmos o nosso universo encontraremos um tecido unido de massa,materia, energia e materia negativa como um tecido ligado por cordas de particulas ativas ou seja somos parte do todo desde a criação ao fim deste nosso universo temporal, ao acreditar que a luz seja a velocidade maior universal, perdemos o objetivo primordial da analise existencial, estaremos apenas olhando o fato real de existir e não a razão primordial da existencia deste espaço universal temporal.
    Ao pensar nos buracos Negros, devemos entender que a materia a massa é perdida, Susskind brilhantemente nega que esta informação seja perdida e sim ela é retransmitida continuamente, para que , porque, a resposta esta no objetivo basico existencial, esta é a verdadeira questão, hoje com centenas de bilhões de galaxias avançando sem freio ao imenso vazio do espaço , com destino certo do congelamento de toda a energia de toda massa virar inerte , qualquer proposta menor de explicação cientifica ou matematica é e sera desnecessaria A basica questão é o objetivo primordial, claro esta que somos um de muitas dimensões alguns pensam em 4 outros em 11 outros em 26, não sendo importante o numero a questão é que para cada inicio existira um fim, para cada massa e energia criada parte dela sera transmitida a outro universo assim regenaremos constantemente massa e energia , pois se assim é para que ?,A logica se impo~e para cada ação uma reação, assim nada é sem motiva e portanto a basica orientação existencial força a basica questão de que cada parte existente tem proposito e objetivo o resto é apenas neon colorido para fazer que a estrada seje mais longa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s