Superbolha cósmica


Astrônomos do Observatório Sul Europeu – em inglês European Southern Observatory, ESO – captaram essa bela imagem de uma superbolha cósmica na Grande Nuvem de Magalhães, galáxia satélite da Via Láctea. A Grande Nuvem de Magalhães tem muitas regiões onde nuvens de gás e poeira estão formando novas estrelas e a nova imagem uma delas, em torno do aglomerado estelar NGC 1929 que emitem radiação ultravioleta extremamente intensa, originando um brilho intenso.

Esta superbolha, conhecida como LHA 120-N 44, ou apenas N 44, é um aglomerado de matéria com um tamanho de cerca de 325 por 250 anos-luz. Esculpida pela combinação de ventos estelares que limparam a região central, e estrelas de grande massa do aglomerado próximo que explodiram como supernovas, criando ondas de choque que empurraram o gás ainda mais para fora dela.

Embora a superbolha tenha sido criada por forças destrutivas, estrelas novas estão se formando em torno dos limites dela, onde o gás está sendo comprimido. Como um processo de reciclagem em escala cósmica, esta próxima geração de estrelas trará vida nova ao NGC 1929.

Anúncios

Uma resposta para “Superbolha cósmica

  1. A impressão que me dá é que houve uma explosão de uma estrela em formação (bem jovem) e não sobrou nada em seu centro (porque tinha muito pouca materia) e toda a matéria (nuvem de gas) foi arremessada para na periferia. Uma parte deste gás ou partícuals de poeira se concentrou e esta formando um quasar ou uma galáxia, com um pequeno buraco negro, ao lado da bolha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s