Meus Livros

Frodo lendo

Eu estava lendo o artigo do blog Ars Physica que fala da busca de novos materiais no campo da Física, no caso, os chamados isolantes topológicos, de nome estranho Telureto de Bismuto.

É difícil imaginar um período histórico chamado “Era do Telureto de Bismuto” ou mesmo um lugar chamado “Vale do Telureto de Bismuto.” Mas esse material pode ser o composto químico capaz de criar processadores e computadores mais eficientes do que tudo o que pôde ser feito até hoje com o tradicional silício. No artigo do Leonardo ele vai mais a fundo, analisando quanticamente o assunto, valeu a pena conferir.

Lendo esse artigo, acabei me lembrando dos livros que comprei recentemente. O primeiro foi O MÁGICO DOS QUARKS – A Física de Partículas ao Alcance de Todos, do mesmo autor do livro ALICE NO PAÍS DO QUANTUM, Robert Gilmore. Tão bom quanto o primeiro, o autor, mestre na arte de tornar compreensível e divertido os conceitos da física moderna descreve os desafios que os personagens enfrentam para compreender e explicar o mundo das superpartículas atômicas, nesta nova e genial alegoria de “O Mágico de Oz“.

O segundo livro foi o do renomado físico Michio Kaku, chamado FÍSICA DO IMPOSSÍVEL – Uma Exploração Científica dos Fasers, Campos Magnéticos, Campos de Forças, Teletransporte e Viagens no Tempo. No livro o autor analisa até que ponto as tecnologias que encontramos na ficção científica, e que são hoje em dia consideradas impossíveis, poderão ser comuns no futuro. Pois há cem anos, os cientistas teriam afirmado que os lasers, a televisão e a bomba atómica seriam impossíveis.

Dois livros que viajam no mundo da Física e da imaginação. Um explicando o impossível e o outro explicando o mundo quântico que nos parece bizarro e incompreesível.

Anúncios

Meus Livros

Frodo lendo

Como sou fã das séries de Jornadas nas Estrelas quero citar os novos quadrinhos que a Devir está publicando. Aliás a Devir está lançando ótimos livros e quadrinhos. Destaques para OVERMAN – O ÁLBUM, O MITO, o estranho herói da tiras “Piratas do Tietê”, de Laerte; OS RITOS DO DRAGÃO, história romanceada de Drácula, sua transformação em vampiro e a maldição que Deus, em sua divina ira, lançou sobre seu antigo servo; UM CONTRATO COM DEUS é uma obra revolucionária que recria as memórias da infância de Will Eisner num cortiço do Bronx nos anos 30.; LOST GIRLS, livro em três volumes escrito por Alan Moore; e 300 DE ESPARTA que deu orgiem ao filme 300, escrito por Frank Miller, esse todos deveriam ter.

Mas eu quero falar sobre outros três livros que impulsionados pela revitalização de Jornadas nas Estrelas com o novo filme nos cinemas, esse fantástico universo de ficção científica ganha vida nova nesta coleção em quadrinhos. Espero que essa inciativa da Devir continue, que venham mais livros em quadrinhos ou textos sobre Star Trek e que venham filmes também.

O primeiro livro conta a história dos conflitos entre os humanos e os klingons na visão dos klingons, e se chama JORNADA NAS ESTRELAS – KLINGONS: HERANÇA DE SANGUE. Que além de uma história muito boa, ainda traz extras espetaculares, como um capítulo inteiro escrito em Klingon e um breve manual técnico de uma das naves mais temidas do Universo: o Cruzador de Batalha Klingon D-7.

A missão original da nave estelar Enterprise deveria ter durado cinco anos, um para cada temporada na TV. Infelizmente para o Capitão James T. Kirk, o Dr. Leonard McCoy, o Sr. Spock e sua tripulação, a “missão” chegou ao fim no terceiro ano – Data Estelar 5928.5 para ser exato.

STAR TREK – O QUARTO ANO é o segundo e continua, em quadrinhos, as explorações da USS ENTERPRISE, exatamente de onde a lendária série de TV parou.  Agora nós finalmente teremos a chance de acompanhar o quarto ano da série, contado através de seis histórias independentes. Infelizmente os desenhos não são dos melhores, achei fracos os traços dos desenhistas.

Eu já ouvi alguma coisa sobre isso, que os desenhista não tinham total liberdade para desenhar. E foi o que faltou, mais expressão, mais qualidade.

E por último o terceiro livro vai mais a frente no tempo e trás a Nova Geração. Em NAS ESTRELAS – A NOVA GERAÇÃO, as histórias fazem uma “ponte” entre as sete temporadas da série de TV e a nova fase em quadrinhos estreladas pelo Capitão Jean-Luc Picard, Data, William Ryker e todos os intrépidos tripulantes da Enterprise NCC 1701-D. Cada uma das aventuras se passa entre os diversos episódios do seriado e se fundem numa trama cheia de mistério e suspense.

Enterprise

Enterprise NX

sttosStar Trek: Enterprise, conhecida simplesmente como Enterprise, é quinta série do universo de Star Trek, teve uma exibição reduzida a quatro temporadas, estreando em 2001 e finalmente sendo vítima do cancelamento em 2005.

sttosO primeiro episódio ocorre em 2151, entre os eventos mostrados no filme Jornada na Estrelas: Primeiro Contacto e a série original Star Trek, aproximadamente 100 anos antes de Kirk e Spock assumirem o comando de sua USS Enterprise.

Enterprise crew

sttosA Terra encontra-se em mais um momento crítico. Quase um século após o primeiro contato com os benevolentes vulcanos, a humanidade está pronta para lançar-se ao espaço.

sttosA nave estelar da classe NX, Enterprise, a primeira das naves avançadas com dobra cinco da Terra Unida, estava a princípio em uma missão temporária. Embora anos de preparação ainda estivessem por vir, a nave foi colocada em serviço inesperadamente quando um klingon fez uma aterrissagem forçada na Terra, causando um conflito interplanetário.

sttosA tripulação da Enterprise foi bem sucedida em sua missão, mas se viu cercada por mistérios mais profundos. Assegurando, assim, a mudança da extensão de sua missão para a de uma missão completa de exploração espacial, a tripulação da Enterprise partiu em direção ao desconhecido.

sttosEstou assistindo aos episódios de Enterprise no meu PSP, estou convertendo tudo para MP4. A qualidade é muito boa e as histórias também.

Enterprise NX

Voyager

sttosStar Trek: Voyager foi a quarta série do universo de Jornada nas Estrelas de Gene Roddenberry. Criada por Rick Berman, Michael Piller e Jeri Taylor foi exibida por sete temporadas, de 1995 a 2001. Sendo exibida junto com Star Trek: Deep Space Nine por cinco temporadas.

Voyager Crew

sttosA série ficou conhecida por seu humor leve, tripulação familial, seqüências de ação empolgantes e enredos com conceitos complexos de ficção científica. Apresentou a primeira mulher como capitã, vale lembrar que o piloto da série original não vingou, na época, porque havia uma mulher como segundo em comando na nave.

Voyager closeup

sttosLançada no ano 2371, a nave estelar da Federação da classe Intrepid Voyager foi uma construída para voltar ao princípio fundador de exploração científica da Frota Estelar. Em sua primeira missão de capturar rebeldes maquis, a nave estelar foi lançada através da galáxia até os confins do Quadrante Delta, uma travessia de 70.000 anos-luz que custou as vidas de mais de uma dúzia de membros da tripulação.

sttosIncorporando os rebeldes maquis sobreviventes à sua tripulação treinada da Frota Estelar, Janeway e a USS Voyager passaram sete longos e traiçoeiros anos percorrendo um território inteiramente desconhecido. Buscando um caminho para voltar ao Quadrante Alfa e conseqüentemente a Terra.

Voyager

Deep Space Nine

DS9 CrewsttosStar Trek: Deep Space Nine (DS9) é mais uma série de ficção científica baseada no universo de Jornada nas Estrelas, de Gene Roddenberry, que foi produzida de 1993 a 1999, ao longo de sete temporadas. DS9 foi criada por Rick Berman e Michael Piller e produzida pela Paramount Pictures.

sttosDS9 estreou quando Star Trek: The Next Generation (TNG) ainda estava no ar, o que permitiu a existência de diversos episódios cruzados entre as duas séries. Diferentemente da Nova Geração, esta tinha como cenário principal uma estação espacial, chamada Deep Space Nine, e não uma nave estelar como as séries anteriores. A série também usava com freqüência o recurso do “arco de história” (uma mesma história era contada em mais de um episódio seguido), vários personagens secundários e temas mais sombrios.

DS9

sttosA série mostrava a preconceito entre duas raça, e a Federação no meio do conflito. Como o tempo era outro, não havia mais guerra fria, os produtores viram a necessidade de um conflito para dar mais dinamismo ao seriado. Então, um conflito de grandes proporções atravessou a série, uma guerra que envolveu o quadrante Gama.

A Nova Geração

O Espaço, a fronteira final. Essas são as viagens da nave estelar Enterprise, prosseguindo em sua missão para explorar novos mundos, pesquisar novas vidas, novas civilizações, audaciosamente indo aonde ninguém jamais esteve.

TNG

sttosEm 1987 chegou um novo seriado baseado no universo de Star Trek, Star Trek: The Next Generation, chamado no Brasil de Jornada nas Estrelas: A Nova Geração. Esse seriado trouxe novos e diferentes personagens para integrar a ponte de comando. A história se passa mais no futuro, no século XXIV, cerca de 78 anos depois do Star Trek Original.

sttosOs vilões também mudaram. A paz entre a Federação e os Klingons foi estabelecida. Spock, que ainda está vivo tenta estblecer a paz entre os Vulcanos e o Romulanos. Mas surgiram os Borg’s, uma entidade formada de seres assimilados bastante poderosa, seu lema é “Resistir é inútil”.

Star Trek TNG

sttosA nave continua sendo a Enterprise, mas é a U.S.S. Enterprise NCC-1701-D, da classe Galaxy, e a quinta herdeira do nome Enterprise.

sttosA série da Nova Geração foi exibida de setembro de 1987 a maio de 1994. E ganhou 4 versões para o cinema, sendo a primeira com participação da série Original. Assisti a todos os episódios na minha adolescência, assim com a série Original (STO) eu passei a apreciar ainda mais astronomia, física e computação.

sttosO interessante dessa nova geração era que os produtores se preocuparam mais com a ciência e realizarão pesquisas, na época, para explicar a física que Jornada nas Estrelas. Velocidade de dobra, teletransporte, matéria, elementos e outras tecnologias possuia, então, um certo embasamento teórico.

sttosAs pessoas falam umas com as outras através de seus comunicadores, chamados celulares. Eles têm acesso instantâneo a infinita quantidade de informação na Internet. Algumas das tecnologias encontradas na série original (STO) e que inpiraram novas tecnologias na nova geração (STNG). Modelos recentes de celulares têm sistema de posicionamento global por satélite tecnologia que ajuda em serviços de emergência ou para localização do usuário.

sttosOutra contribuição foi o grande painel de tela plana que, hoje, encontramos na formar de TVs de plasma e monitores LCD. A tecnologia de ouvir música no computador era inviável na época que das gravações da série, agora temos MP3 e vídeos na palma da mão.